Menu
Faça já o seu pedido > >

Qual é a função dos intermediários de crédito

Apesar de os créditos serem um dos produtos bancários mais populares em Portugal, boa parte dos consumidores não conhecem os detalhes deste tipo de operação. Por este motivo, pode ser muito vantajoso recorrer aos intermediários de crédito.

Contar com este apoio antes de fechar o negócio é, portanto, fundamental. O grande objetivo destes profissionais é facilitar o processo de contratação de empréstimos.

Mais à frente vamos explicar detalhadamente o que fazem e porque podem ser a solução mais indicada para si.

Intermediários de crédito: Como atuam e porque vale a pena considerar contratá-los

De acordo com informações do Banco de Portugal, atualmente existem mais de 4 mil entidades que atuam como intermediárias de crédito no país.

Estes profissionais facilitam a vida de consumidores que pretendem conhecer as várias soluções do mercado.

Um intermediário de crédito é uma pessoa que, a título singular ou coletivo, intervém diretamente no processo de concessão e renegociação de empréstimos. Trata-se, por isso, do elo estabelecido entre o cliente e a instituição financeira.

A atuação dos intermediários de crédito deve ser regulamentada pelo Banco de Portugal e podem atuar em 3 categorias.

1 – Intermediário de crédito vinculado

É uma pessoa singular ou coletiva que atua como intermediário de crédito em nome e sob a responsabilidade total e incondicional do mutuante. Pode trabalhar com vários mutuantes com quem tenha celebrado um contrato de vinculação.

O profissional está autorizado a celebrar o contrato de vinculação com um ou vários mutuantes. Neste caso se, no seu conjunto, estes mutuantes não representarem a maioria do mercado.

2 – Intermediário de crédito a título acessório

É uma pessoa singular ou coletiva que fornece bens ou serviços e que, em nome e sob responsabilidade total e incondicional do mutuante ou de vários mutuantes. Tem como objetivo a venda dos bens ou serviços por si oferecidos.

3 – Intermediário de crédito não vinculado

Por fim, apenas os intermediários de crédito não vinculados podem usar expressões que indiquem a inexistência de vínculo com um mutuante ou grupo de mutuantes. Como por exemplo, “intermediário independente” ou “consultor independente”.

Em suma, as funções dos intermediários de crédito podem ocorrer das seguintes maneiras:

  • Apresentar ou propor contratos de crédito a consumidores
  • Prestar assistência a consumidores nos atos preparatórios de contratos de crédito mesmo que não tenham sido apresentados ou propostos por si
  • Celebrar contratos de crédito com consumidores em nome das instituições mutuantes
  • Prestar serviços de consultoria, através da emissão de recomendações personalizadas sobre contratos de crédito

É importante referir que um intermediário, embora participe no processo de concessão de crédito, não possui a responsabilidade de concedê-lo.

Os intermediários também não têm autorização para intervir em qualquer atividade de comercialização de produtos ou serviços financeiros.

Ou seja, a sua principal finalidade é mediar a relação entre o consumidor e as instituições financeiras numa operação de crédito.

Os benefícios dos serviços de intermediação de crédito

Contar com o apoio destes profissionais vai proporcionar diversos benefícios aos consumidores que procuram contratar o melhor crédito. Entre as principais vantagens, podemos destacar:

Comodidade e rapidez: Possuem experiência com as mais diversas operações de crédito. Dessa forma, são capazes de agilizar o processo de concessão, de maneira menos burocrática.

Melhores condições: Por estarem dedicados a recolher várias propostas de empréstimo para os consumidores, os intermediários de crédito acabam por fazer com que estes consigam melhores condições.

Spreads mais baixos: Habitualmente, os spreads e outros encargos negociados pelos intermediários são inferiores aos oferecidos, de forma direta, pelas entidades bancárias ao cliente. Portanto, pode ser uma forma de conseguir um crédito mais barato.

Assistência completa: Terá assistência contínua em todas as etapas do processo de contratação do empréstimo, o que traz mais tranquilidade e facilidade ao consumidor.

Portanto, se está a considerar contratar um empréstimo, procure o apoio dos intermediários de créditos autorizados. Assim, pode garantir mais segurança, transparência e melhores condições na transação.

Contraste
Fontes legíveis
Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.