Menu
Faça já o seu pedido > >

Crédito Pessoal para jovens: Dicas para conseguir aprovação

O Crédito Pessoal para jovens é um recurso cada vez mais comum. Isto porque cada vez mais cedo querem pôr em prática os seus sonhos.

Contudo, obtê-lo não é uma tarefa fácil. Isto porque as entidades financeiras têm sempre receio de conceder um empréstimo a pessoas tão novas.

Esta hesitação intensifica-se quando não apresentam qualquer tipo de estabilidade profissional. Sendo este um dos fatores com mais peso na decisão final.

Crédito Pessoal para jovens: Os critérios decisivos

Tal como em qualquer crédito será necessário fazer uma análise minuciosa para avaliar o risco de incumprimento. Algumas entidades financeiras podem ter processos mais rigorosos do que outras.

Por norma, os bancos são os mais meticulosos. Esta atitude não é injustificada, já que nos anos de crise em Portugal, muitos bancos deixaram de receber as prestações dos empréstimos que financiaram.

Como tal, o Banco de Portugal alterou o método de aprovação. Mas atenção, a análise é acessível, mas para jovens pode tornar-se um pouco mais complicado.

Vamos apresentar os principais critérios que são avaliados:

1 – Taxa de esforço

Simplificadamente é a percentagem do rendimento que se destina ao pagamento das prestações de crédito.

Grande parte das entidades define um limite de 30%, se for superior é quase impossível obter a validação.

2 – Valor do património

O valor do património e as garantias é o que assegura o pagamento ao banco em caso de incumprimento. Em casos de jovens, se não tiverem património em seu nome, poderá ser importante adquirir um fiador.

3 – Caráter

Já ouviu falar do Mapa de Responsabilidades de Crédito? Neste documento os bancos conseguem perceber se cumpre os seus deveres.

Facilmente podem aceder aos créditos que solicitou antes e perceber se pagou tudo atempadamente, se tem dívidas… Portanto, é importante ser um bom pagador para aumentar as hipóteses de aprovação.

4 – Estabilidade profissional

Este é um dos critérios mais complicados de cumprir para jovens. Porém, se já tem um contrato efetivo pode ser muito mais fácil obter a aprovação.

Como conseguiu perceber, os critérios são um pouco exigentes. Por isso, é importante conhecê-los para conseguir preparar-se e estar um passo à frente na negociação.

Mas esta não é a única carta que pode ter na manga! Vamos dar-lhe algumas dicas que podem ajudar.

Dicas para facilitar a aprovação do Crédito Pessoal para jovens

Depois de conhecer alguns dos pontos avaliados na análise, também é importante conhecer outros fatores que poderão ter peso na decisão final.

1 – Ter a conta bancária com saldo positivo

O histórico bancário é sempre verificado pelas entidades. Portanto, é vantajoso manter a conta com dinheiro.

Pense da seguinte forma: quanto mais dinheiro tem na conta, mais prova que é uma pessoa poupada que consegue suportar despesas extras.

Se no final do mês estiver sempre com a conta a zeros poderá concluir-se que não consegue ter mais um encargo financeiro.

2 – Ter mais do que um titular na proposta de crédito

Desta forma, as instituições financeiras ficam mais seguras porque caso um titular falhe, há outro que pode assegurar o pagamento.

Por isso, é certamente uma opção que deve considerar.

Como pode ver, o Crédito Pessoal para jovens não difere muito dos outros empréstimos. Estar informado de como decorre o processo é meio caminho percorrido para conseguir a aprovação!

Contraste
Fontes legíveis
Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.