Menu
Faça já o seu pedido > >

5 dicas para obter crédito de 500 euros rápido

Muitas vezes a opção de microcrédito pode ser a melhor solução em situações imprevistas ou urgentes.

Seja para eliminar as dívidas, complementar o orçamento para a aquisição de um bem, lidar com uma emergência de saúde ou outras urgências financeiras, contratar um crédito de 500 euros rápido pode ser uma solução bastante interessante.

Este tipo de empréstimo enquadra-se na categoria de microcréditos, cujos valores variam entre os 500 e 2.500 euros. E, podem ser obtidos com relativa facilidade através de entidades financeiras.

Mesmo sendo um valor considerado baixo, é importante ter em conta alguns fatores para facilitar a obtenção deste financiamento. No artigo a seguir daremos 5 dicas sobre o que pode fazer para conseguir este dinheiro.

Crédito rápido de 500 euros: 5 dicas que o ajudarão a conseguir esse financiamento

Apesar da flexibilidade e rapidez no processamento do pedido de crédito de 500 euros, ainda assim as credoras irão analisar certos aspectos do perfil do solicitante.

Portanto, para se adiantar e assegurar que está dentro das condições mínimas, deve seguir estas 5 dicas.

1 - Calcule a sua taxa de esforço

Qualquer entidade financeira precisará saber qual a taxa de esforço dos clientes, e esta se reflete na possibilidade de os rendimentos do cliente, que vai contrair o crédito, serem ou não suficientes para que o pagamento do mesmo esteja assegurado.

Essa é uma maneira de reduzir os riscos de insolvência ao aprovar o empréstimo. O cálculo é simples, e feito através da divisão das prestações dos créditos pelo rendimento total líquido disponível.

Para que uma taxa de esforço seja considerada como aceitável, ela não pode ultrapassar 40% do rendimento.

2 – Aproveite o bom relacionamento com o seu banco

Se é um cliente sem pendências e dívidas junto ao banco com o qual trabalha, então talvez não precise recorrer a outra instituição para conseguir o seu crédito de 500 euros rápido.

Comumente, as instituições bancárias apresentam ofertas de crédito com ótimas condições para clientes próprios e com quem possuem um bom relacionamento.

3 - Ter garantias

Naturalmente, o maior risco que uma entidade financeira assume ao conceder um crédito é a possibilidade de insolvência daquele cliente.

Quanto mais garantias o cliente disponibilizar durante a contratação, menor será o risco que ele representa, e, portanto torna mais fácil a aprovação do empréstimo.

4 - Não ter o nome na lista negra do Banco de Portugal

Apesar deste não ser um fator determinante, é possível que algumas credoras não concedam o empréstimo a clientes cujo nome conta na lista negra do Banco de Portugal.

Caso o valor que gerou a restrição seja irrisório, vale a pena liquidá-lo para conseguir ter acesso mais facilmente ao crédito.

5 - Sobre o prazo de pagamento

Por fim, uma boa dica para quem deseja contratar um crédito de 500 euros rápido é optar por um prazo de pagamento reduzido, para que pague menos em juros e, desta forma, reduza o custo total do seu crédito.

Essa medida pode evitar que a dívida se estenda por um longo período de tempo, e acabe se tornando um motivo de incumprimento ao invés de uma solução rápida.

No geral, os consumidores devem sempre estar atentos à entidades financeiras nas quais pretendem solicitar propostas, se estão devidamente credenciadas, quais são as taxas cobradas e as condições gerais do contrato.

O fato de o empréstimo ser de um valor baixo pode levar muito à contratação impulsiva, criando um problema financeiro que pode resultar em endividamento.

Por isso, primeiramente faça um planeamento das suas finanças, pesquise as ofertas no mercado, e avalie que entidade oferece os melhores termos de acordo com suas necessidade e possibilidades.

Dessa forma, certamente irá conseguir fechar um bom negócio ao contratar um crédito de 500 euros rápido.

Contraste
Fontes legíveis
Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.